Oponha-se ao poder da OMS: Diga Não ao "Tratado de Pandemias"

Ministro Chefe da Casa Civil: Rui Costa

 

Oponha-se ao poder da OMS: Diga Não ao "Tratado de Pandemias"

novo

Oponha-se ao poder da OMS: Diga Não ao "Tratado de Pandemias"

01.000.000
  524.020
 
524.020 assinado. Vamos conseguir 1.000.000!

Atualização: Notícias preocupantes vieram à tona em uma reunião realizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) há duas semanas, de acordo com nossas fontes internas confiáveis. O Rascunho Zero do Tratado Pandêmico, que busca restringir a liberdade de expressão, aumentar a vigilância invasiva e corroer nossas estimadas liberdades civis sob o pretexto de "prevenção de pandemia", está quase pronto. No entanto, não podemos perder a esperança nestes tempos difíceis.

Ainda há uma oportunidade de interrompermos o rascunho zero do perigoso Tratado sobre Pandemia na próxima 76ª Cúpula da Assembleia Mundial da Saúde, que ocorrerá de 21 a 30 de maio. Encontramo-nos em um momento crucial que exige ação imediata para proteger nossos direitos e liberdades contra essa ameaça invasora.

Temos pouco tempo. Precisamos agir de forma rápida e decisiva para garantir que nossos líderes priorizem o bem-estar de seus cidadãos em detrimento da centralização do poder global.

Junte-se a nós para nos posicionarmos contra a erosão de nossas liberdades civis, assinando e compartilhando a petição hoje.

_____

Texto original da campanha:

As Nações Unidas na Organização Mundial da Saúde (OMS) estão tentando aprovar emendas abrangentes ao Regulamento Sanitário Internacional (RSI) que lhes dariam um poder sem precedentes para combater a "desinformação e a informação falsa" no Brasil, em Portugal e em todo o mundo.

Isso daria à OMS, um enorme controle sobre a informação, a que você e eu temos acesso e às nossas escolhas de saúde pessoal.

As emendas propostas pela OMS ampliariam seu poder de declarar emergências de saúde "potenciais" e dariam aos funcionários da OMS o poder de desenvolver novos mecanismos globais de vigilância e compartilhamento de dados.

Eles também permitiriam que a OMS se reconhecesse como a "autoridade coordenadora" durante uma emergência de saúde pública de preocupação internacional (ESPCI).

Se essas emendas propostas forem aprovadas, a OMS fortalecerá suas capacidades para "combater a desinformação e a informação falsa". Isso é uma expansão perigosa de seus já significativos poderes para censurar conteúdo online e restringir ainda mais nossa liberdade de expressão.

Como cidadãos, você e eu temos o direito ao consentimento informado, à privacidade médica e à autonomia pessoal.

Não podemos permitir que uma agência global de saúde não eleita, dite que informações podemos acessar e que escolhas podemos fazer sobre nossa própria saúde.

É por isso que estou pedindo que você assine nossa petição hoje, para proteger nossos direitos e liberdades fundamentais. Ao assinar, você pode nos ajudar a enviar uma mensagem para a OMS, nosso Governo Federal (que envia os diplomatas que estão negociando as emendas na OMS) e nossos representantes eleitos de que não apoiamos essas emendas propostas ao RSI.

Precisamos agir agora para proteger nossos direitos e liberdades.

Ao assinar nossa petição, você pode ajudar o CitizenGO a impedir que a OMS ganhe um controle sem precedentes sobre a informação a que temos acesso e nossas escolhas de saúde pessoal.

Obrigado por sua atenção a este assunto importante.

Por favor, assine nossa petição hoje e junte-se a nós na proteção de nossos direitos e liberdades fundamentais.

Referências

  1. Biden negocia acordo para OMS ditar políticas
    https://revistaoeste.com/mundo/biden-negocia-acordo-para-oms-ditar-politicas/

  2. Brasil é escolhido para negociar tratado sobre pandemia na OMS
    https://noticias.uol.com.br/colunas/jamil-chade/2022/02/02/brasil-e-escolhido-para-negociar-tratado-sobre-pandemia-na-oms.htm

  3. OMS iniciará negociações para um tratado global sobre pandemias em fevereiro
    https://exame.com/ciencia/oms-iniciara-negociacoes-para-um-tratado-global-sobre-pandemias-em-fevereiro/

  4. OMS prossegue com tratado pandêmico que concede poderes para suprimir "desinformação" médica
    https://www.lifesitenews.com/news/who-pushes-ahead-with-pandemic-treaty-granting-powers-to-suppress-medical-misinformation/ 

  1. Bloqueemos o Tratado da OMS
    https://stopwhotreaty.org/en/ 

  1. Acordo de Prevenção, Preparação e Resposta a Pandemias
    https://www.who.int/news

01.000.000
  524.020
 
524.020 assinado. Vamos conseguir 1.000.000!

Complete your signature

Assine esta petição agora!

 
Please enter your email
Please enter your first name
Please enter your last name
Please enter your country
Please enter your zip code
Por favor, escolha uma opção:
Processamos a sua informação de acordo com a nossa política de Termos e Privacidade

Petição dirigida aos governo do Brasil

Em dezembro do ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o início de negociações para um tratado global de pandemias, que será vinculante para todos os signatários por meio de um ato de direito internacional.

Escrevo-lhe como cidadão preocupado com a intenção da OMS de alterar as Regulamentações Internacionais de Saúde (IHR) para dar a si mesma novos e amplos poderes para combater "informação falsa e desinformação". Essas emendas dariam à OMS um controle sem precedentes sobre as informações que temos acesso e nossas escolhas de saúde pessoal.

Como membro das Nações Unidas e da OMS, nosso país tem um papel importante a desempenhar na salvaguarda dos nossos direitos humanos fundamentais. Peço que tome medidas para impedir que essas emendas propostas à IHR sejam adotadas.

Agradeço sua atenção a este assunto importante. Espero que tome medidas para garantir que a OMS não ganhe controle sem precedentes sobre informações e nossas escolhas de saúde pessoal.

Também peço ao diretor da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, que pare de impor suas ideias em nosso país. Pare de esmagar em nossa soberania!

Atenciosamente,

[Seu nome]

Petição dirigida aos governo do Brasil

Em dezembro do ano passado, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o início de negociações para um tratado global de pandemias, que será vinculante para todos os signatários por meio de um ato de direito internacional.

Escrevo-lhe como cidadão preocupado com a intenção da OMS de alterar as Regulamentações Internacionais de Saúde (IHR) para dar a si mesma novos e amplos poderes para combater "informação falsa e desinformação". Essas emendas dariam à OMS um controle sem precedentes sobre as informações que temos acesso e nossas escolhas de saúde pessoal.

Como membro das Nações Unidas e da OMS, nosso país tem um papel importante a desempenhar na salvaguarda dos nossos direitos humanos fundamentais. Peço que tome medidas para impedir que essas emendas propostas à IHR sejam adotadas.

Agradeço sua atenção a este assunto importante. Espero que tome medidas para garantir que a OMS não ganhe controle sem precedentes sobre informações e nossas escolhas de saúde pessoal.

Também peço ao diretor da OMS, Dr. Tedros Adhanom Ghebreyesus, que pare de impor suas ideias em nosso país. Pare de esmagar em nossa soberania!

Atenciosamente,

[Seu nome]